Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ni and Me

Somos um casal da década de 60 com muitos anos de cumplicidade, amor, amizade e respeito mútuo. As viagens, mas não só, são um tónico que mantém viva esta relação e este projeto a dois.

Ni and Me

Somos um casal da década de 60 com muitos anos de cumplicidade, amor, amizade e respeito mútuo. As viagens, mas não só, são um tónico que mantém viva esta relação e este projeto a dois.

Pai, faz-me uma árvore de Natal.

A minha filha lançou-me um repto: “Pai, consegues fazer uma árvore de Natal para a minha casa?”.

Após o jantar, já em modo de relax, ideias todas arrumadinhas no cantinho do esquecimento e pronto para ver um pouco de televisão, eis que de repente tudo se altera e entro em estado de busca imediata, busca das ideias arrumadas, busca de materiais, aquelas coisas esquecidas na arrecadação, e ela ao ver-me naquele frenesim adianta: “Deixa lá pai, isso vai dar-te muito trabalho”. Já nem a ouço, já estava noutra galáxia, já via árvores de Natal de diferentes formas e feitios, de diversas cores, folhas mil, enfim sabia que já não iria parar sem ter a obra feita.

Impressionante quando a nossa mente entra em modo de imaginação a polvilhar de ideias por todo o lado.

 

Pau e tábua, enfim, madeira,

Tintas várias, folhas e cola,

Furos e cortes feitos à primeira,

Uns bugalhos tipo bola.

 

Uns fetos gastos ainda dourados,

Cheios de uso, já cansados,

Das árvores de Natais passados,

E agora revivem reciclados.

 

Imaginei toda a montagem,

O encaixar correto, na perfeição,

Apliquei destreza na colagem,

E firmeza na finalização.

 

A obra já está montada,

Chegou ao seu momento final,

Vinda de um amontoado de nada,

Eis que virou árvore de Natal.

IMG_E3292.JPG

E mesmo não sendo a árvore mais bela ou mais perfeita, é sem dúvida a árvore que eu fiz para a minha filha neste natal, com esta alma de poeta e coração de artesão.

Me

9 comentários

Comentar post